Neve no Sudeste

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Neve no Sudeste

Mensagem por Convidad em Ter Ago 21, 2012 8:02 pm

Tópico para a discussão das raras ocorrências de neve na Região Sudeste Brasileira.

Pedro Marte escreveu:Difícil descobrir se já nevou em MF, está faltando muitos dados no BDMEP, em CDJ nevou em 1964, porém a estação convencional de MF foi aberta em 12/11/1975, em Jun/1985 por exemplo teve a nevasca no Alto Itatiaia, choveu 1mm em MF em 10/6/85, mas não tem os dados da temperatura.


William Siqueira escreveu:
Pedro Marte escreveu:Difícil descobrir se já nevou em MF, está faltando muitos dados no BDMEP, em CDJ nevou em 1964, porém a estação convencional de MF foi aberta em 12/11/1975, em Jun/1985 por exemplo teve a nevasca no Alto Itatiaia, choveu 1mm em MF em 10/6/85, mas não tem os dados da temperatura.



Esse de 85 minha vo disse que o dia todo ficou nublado e caindo uma garoinha congelada , ninguem conseguia sair pra fora de casa ! O dia todo ficou essa garoinha e no fim da tarde os morros estavam todos brancos e congelados ! Devia ter sido incrivel !

Pedro Marte escreveu:
William Siqueira escreveu:
Esse de 85 minha vo disse que o dia todo ficou nublado e caindo uma garoinha congelada , ninguem conseguia sair pra fora de casa ! O dia todo ficou essa garoinha e no fim da tarde os morros estavam todos brancos e congelados ! Devia ter sido incrivel !
Então quase nevou, a máxima deve ter sido de um dígito, em julho/1988 pode ter acontecido também, dados de CDJ:

Min/Max/Prec

11/07 4,2°C/15,8°C/0mm
12/07 2,6°C/8,0°C/0,6mm
13/07 0,6°C/8,4°C/0mm
14/07 0,6°C/9,4°C/0,2mm
15/07 -4,0°C/13,8°C/0mm

Pedro Marte escreveu:Como era importante ter uma estação no Alto Itatiaia, um termômetro que marque Mín/Max e um pluviômetro já estaria bom, alguma neve pode ter ocorrido ali em Jul/1976, Ago/1984, porém infelizmente não há como saber.

Pedro Marte escreveu:Verdade, tanto que quando neva em alguma cidade do sul num evento de frio, a mídia já pode informar que nevou em tantas cidades do RS, SC e PR, pois os próprios moradores registram facilmente, mesmo que seja uma rápida nevada, neve granular ou chuva congelada. Nesse caso, só resta aguardar uma forte onda de frio que faça nevar em lugares onde ela é rara, assim o registro será inquestionável.

Frost escreveu:Segundo a wiki nevou em itatiaia em 1928, 1970, 1973, 1975, 1985, 1988, 1991, 1994, 1999, 2001, 2004 e 2006 e eu não duvido nem um pouco, alias acho bem provavel q neve quase todos os anos sem acumulação.

"No Rio de Janeiro, em Itatiaia (em 1928, 1970, 1973, 1975, 1985, 1988, 1991, 1994, 1999, 2001, 2004 e 2006) e apenas uma ocorrência em Nova Friburgo."
http://pt.wikipedia.org/wiki/Neve_no_Brasil#cite_note-28

Pedro Marte escreveu:
Frost escreveu:
Segundo a wiki nevou em itatiaia em 1928, 1970, 1973, 1975, 1985, 1988, 1991, 1994, 1999, 2001, 2004 e 2006 e eu não duvido nem um pouco, alias acho bem provavel q neve quase todos os anos sem acumulação.

"No Rio de Janeiro, em Itatiaia (em 1928, 1970, 1973, 1975, 1985, 1988, 1991, 1994, 1999, 2001, 2004 e 2006) e apenas uma ocorrência em Nova Friburgo."
http://pt.wikipedia.org/wiki/Neve_no_Brasil#cite_note-28

Wikipédia não é uma fonte muito confiável, duvido que não nevou no Itatiaia entre 1928 e 1970, 42 anos sem neve, não acredito nisso. Nos anos citados deve estar correto, pois houve ondas de frios fortes aliadas a umidade.

Acho que não neva lá todo ano, a região é muito visitada por turistas, principalmente no inverno, e nenhum viu neve por lá recentemente, se tivesse nevado, algum turista teria registrado, pois tem gente que acampa lá a mais de 2000m de altitude, fora que não teve nenhuma MP com potencial pra nevar lá recentemente, neve no Alto Itatiaia, só de vários em vários anos mesmo. Chuva congelada sim, deve ocorrer todo ano!


felipenf escreveu:Este registro de neve nos limites do município de Nova Friburgo jamais foi confirmado, provavelmente se trata de um boato, mas teoricamente é possível que tenha nevado alguma vez na época em que os invernos eram mais frios (início do século passado e/ou ao longo do século XIX) nos pontos mais altos do município como os Três Picos (+2300 metros no cume) e o Pico da Caledônia (2255 m). A possibilidade também vale para as terras mais altas da Serra dos Órgãos entre Petrópolis e Teresópolis (a maior área contínua com mais de 2000 m de altitude fora da Mantiqueira no RJ), mas a certeza de que aconteceu (ou não) provavelmente nós nunca teremos pois ninguém viu.


A presença humana no Pico da Caledônia hoje é permanente para fazer a segurança das antenas de comunicação (os funcionários se revezam em turnos). No platô entre Petrópolis e Teresópolis existem 2 abrigos de montanha onde a presença humana também é permanente, funcionários que trabalham turnos de uma ou duas semanas. A altitude dos abrigos no PNSO e da guarita de segurança na Caledônia é de aproximadamente 2100 metros.

Com o clima mais quente nos dias atuais, a probabilidade de que alguma dessas pessoas presencie uma nevada é extremamente pequena, mas algum dia isso há mudar, e nós muito provavelmente não estaremos mais aqui (aqui, me refiro apenas aos locais mencionados acima).

Em Itatiaia a última neve com acumulação foi em 1988 e a maior em 1985, depois disso existem relatos de neve sem acumulação, alguns podem ser verdadeiros mas seguramente não neva nas montanhas de Itatiaia todo ano ou quase todo ano (nem mesmo flocos isolados) pois o mínimo frio em altura necessário para que isso aconteça raramente se faz presente (e cada vez mais raramente, diga-se de passagem). Fenômeno muito mais comum na região do planalto é o granizo, registrado muitas vezes por ano e ocasionalmente confundido com neve.

Frost escreveu:
felipenf escreveu:seguramente não neva nas montanhas de Itatiaia todo ano ou quase todo ano (nem mesmo flocos isolados) pois o mínimo frio em altura necessário para que isso aconteça raramente se faz presente (e cada vez mais raramente, diga-se de passagem). Fenômeno muito mais comum na região do planalto é o granizo, registrado muitas vezes por ano e ocasionalmente confundido com neve.

Esse ano a previsão de ultima hora em um momento para a pedra da mina foi de 2 graus com precipitação no topo... (pode ter nevado e nem soubemos)
Considerando que esse ano foi exepcionalmente quente (com MPs fracas e sem ciclone) da pra acreditar que essa situação deva ser mais comum do que se pensa.

felipenf escreveu:O recorde no Pico do Couto (uns 1800 metros) foi acima de 0ºC e abaixo de 1ºC em 2007 (não lembro o valor exato) e tinha chovido até pouco tempo antes com 2ºC, mas a atmosfera acima (entre 2000 e 3000 metros) estava mais quente com a isoterma de congelamento a mais de 3000 metros de altitude, muitas vezes parece que está quase nevando mas na verdade estamos muito longe da nevada.

E além disso ar frio em altura sozinho não adianta, ele precisa coincidir com a umidade, é necessária uma (cada vez mais) rara combinação de fatores para fazer nevar na Mantiqueira, muitas ondas de frio mais poderosas a de 1985 não produziram neve alguma por falta de sincronia do frio com a umidade, e as nuvens ainda podem estar num local e não em outro mais frio (teoricamente num evento passado pode ter nevado em Campos do Jordão e não em Itatiaia).

Em Chicago uma vez choveu com -11ºC (chuva congelada), claro que tinha muito ar quente acima, e já nevou com temperatura em torno de +10ºC na área metropolitana de Porto Alegre, são muitas nuances.

Pedro Marte escreveu:
felipenf escreveu:[size=85]Este registro de neve nos limites do município de Nova Friburgo jamais foi confirmado, provavelmente se trata de um boato, mas teoricamente é possível que tenha nevado alguma vez na época em que os invernos eram mais frios (início do século passado e/ou ao longo do século XIX) nos pontos mais altos do município como os Três Picos (+2300 metros no cume) e o Pico da Caledônia (2255 m). A possibilidade também vale para as terras mais altas da Serra dos Órgãos entre Petrópolis e Teresópolis (a maior área contínua com mais de 2000 m de altitude fora da Mantiqueira no RJ), mas a certeza de que aconteceu (ou não) provavelmente nós nunca teremos pois ninguém viu.


A presença humana no Pico da Caledônia hoje é permanente para fazer a segurança das antenas de comunicação (os funcionários se revezam em turnos). No platô entre Petrópolis e Teresópolis existem 2 abrigos de montanha onde a presença humana também é permanente, funcionários que trabalham turnos de uma ou duas semanas. A altitude dos abrigos no PNSO e da guarita de segurança na Caledônia é de aproximadamente 2100 metros.

Com o clima mais quente nos dias atuais, a probabilidade de que alguma dessas pessoas presencie uma nevada é extremamente pequena, mas algum dia isso há mudar, e nós muito provavelmente não estaremos mais aqui (aqui, me refiro apenas aos locais mencionados acima)[/size].

Se ninguém nunca viu neve nessas montanhas, é porque é muito raro mesmo, e é possível que tenha nevado no Pico do Couto antes de 2007, quando não tinha estação do Inmet, e o clima não está mais quente ou mais frio, está o mesmo de sempre. Não ouse dizer que só vai nevar daqui a várias gerações nessas montanhas, a natureza guarda surpresas, se nevar lá daqui a pouco tempo você "queima a língua".

felipenf escreveu:
Em Itatiaia a última neve com acumulação foi em 1988 e a maior em 1985, depois disso existem relatos de neve sem acumulação, alguns podem ser verdadeiros mas seguramente não neva nas montanhas de Itatiaia todo ano ou quase todo ano (nem mesmo flocos isolados) pois o mínimo frio em altura necessário para que isso aconteça raramente se faz presente (e cada vez mais raramente, diga-se de passagem). Fenômeno muito mais comum na região do planalto é o granizo, registrado muitas vezes por ano e ocasionalmente confundido com neve.

Não, já nevou com acumulação outras vezes além de 1985, 1988, em 2004 eu tinha lido num lugar que a neve acumulou "2 dedos" de espessura, aqui tem um link:

Paraná Online
Agência Brasil

Antes de 1985, a última vez tinha sido em 1976:

Não consideramos tanto o que a moça dissera, referente a "nevando na montanha", quando contei aos colegas. Já haviam se passado 9 anos que o último fenômeno acontecera na região (julho de 1976).

Fonte

E não tem isso de que o fenomêno no Alto Itaiaia está mais raro, sempre foi raro, e a última foi em 2004, faz só 8 anos, lá geralmente fica muitos anos sem nevar mesmo.

Pedro Marte escreveu:Na onda de frio do final de outubro de 2011, faltou o frio em altitude, pra trazer a neve no Itatiaia:

Radiossondagem do Galeão 31/10/2011 12Z



O aero de Barbacena a 1171 registrou a tarde 10°C com chuva nesse dia, porém a temperatura estava mais alta nas altitudes superiores.

felipenf escreveu:O Pico do Couto ganhou estação em 2006 mas tem o CINDACTA lá em cima há décadas, uma montanha de 1800 metros só numa latitude baixa, a chance de ter nevado é pequena demais até no século XIX, e nas últimas décadas com o pessoal do radar lá em cima com certeza não nevou ou teríamos notícias. Se tivesse que nevar na Serra do Mar seria mais próvável nos pontos mais altos (2100/2300 metros), mas faço questão de repetir que, apesar de já haver ocupação há séculos na base desta serra (e incursões cada vez mais frequentes aos cumes) não existe um relato sequer de neve, o que no mínimo significa que, se nevou nos últimos 100/200 anos, foi tão pouco e derreteu tão rápido que ninguém viu.

Sincelo já foi reportado nos Três Picos, e alguns supostos casos de neve no Brasil (como Monte Verde em 1979 e, para muitos, São Paulo em 1918) na verdade foram confusão com sincelo ou nevoeiro congelado.

Itatiaia é o local mais nivoso do sudeste (junto com a vizinha Serra Fina), porém se na última década a frequência de MPs "intensas" no sudeste foi a menor desde o início das medições, por tabela as condições para neve diminuíram no local, e concordo que no caso da alta Mantiqueira não seria prudente fazer previsões sobre a frequência de neve nos próximos anos, o que é muito diferente do caso da Serra do Mar, onde até em um clima mais frio não gerou qualquer relato de neve, então me sinto seguro para dizer que a chance de nevar na região enquanto vivermos é extremante pequena, já que teoricamente o clima teria que se resfriar muito para isso.

Felipe escreveu:
felipenf escreveu:Sincelo já foi reportado nos Três Picos, e alguns supostos casos de neve no Brasil (como Monte Verde em 1979 e, para muitos, São Paulo em 1918) na verdade foram confusão com sincelo ou nevoeiro congelado.
Montanhas de Monte Verde com neve. Foto: Dauto S. Santos (1.979)


Frost escreveu:
felipenf escreveu:me sinto seguro para dizer que a chance de nevar na região enquanto vivermos é extremante pequena, já que teoricamente o clima teria que se resfriar muito para isso.

Que região? pico do couto?

felipenf escreveu:Aproveito para levantar outra questão aqui, talvez alguém tenha mais informações...

Certa vez li/ouvi sobre um relato de neve no início do século XX no Pico da Bandeira, teoricamente seria possível num clima um pouco mais frio mas nunca mais vi algo a respeito. Eu já fui ao Pico da Bandeira e o acesso é muito mais simples que para Agulhas Negras e Pedra da Mina, basta uma caminhada um pouco longa mas sem qualquer dificuldade técnica desde a sede do Caparaó, o cume é bastante visitado há vários anos e em alguns dias chega a ficar cheio de gente.

PS: a foto de Monte Verde é de sincelo, esta "neve" jamais foi confirmada.

felipenf escreveu:
Frost escreveu:
felipenf escreveu:me sinto seguro para dizer que a chance de nevar na região enquanto vivermos é extremante pequena, já que teoricamente o clima teria que se resfriar muito para isso.

Que região? pico do couto?

Digo os pontos mais altos da Serra do Mar fluminense, no Pico do Couto é nula ou quase isso.

Felipe escreveu:
felipenf escreveu:me sinto seguro para dizer que a chance de nevar na região enquanto vivermos é extremante pequena, já que teoricamente o clima teria que se resfriar muito para isso.
A atividade solar já está baixa, falta agora uma grande erupção vulcânica para diminuir a temperatura global.

Frost escreveu:
felipenf escreveu:Digo os pontos mais altos da Serra do Mar fluminense, no Pico do Couto eu diria nula ou quase isso.

Ah ok pensei que você falava do alto da mantiqueira, alto de itatiaia e serra fina...

felipenf escreveu:
Frost escreveu:
felipenf escreveu:Digo os pontos mais altos da Serra do Mar fluminense, no Pico do Couto eu diria nula ou quase isso.

Ah ok pensei que você falava do alto da mantiqueira, alto de itatiaia e serra fina...
Na Mantiqueira, como eu disse antes, seria imprudente falar que não pode nevar alguma vez nos próximos anos, só quero dizer que a probabilidade de acontecer já foi maior a julgar pelos invernos recentes, ainda assim é muito mais provável (ou menos improvável) nevar na Mantiqueira que na Serra do Mar fluminense.

Pesquisa bem feita e, como escreveram em um comentário, conclusão contundente.

Alguns mitos a respeito do tempo/clima se perpetuam por bairrismo ou interesses (até econômicos em alguns casos), mas muitos deles podem ser demolidos com uma pesquisa simples. E isto não acontece só no Brasil, o famoso recorde mundial de calor supostamente registrado na Líbia é muito controverso e rejeitado por vários especialistas, a OMM está reavaliando.[/quote]

felipenf escreveu:Até nos "maravilhosos isteites" temos exemplos de recordes falsos que, desculpem o lugar comum, até deus duvida, o texto é em inglês: http://www.wunderground.com/blog/weatherhistorian/comment.html?entrynum=18

Pedro Marte escreveu:
felipenf escreveu:O Pico do Couto ganhou estação em 2006 mas tem o CINDACTA lá em cima há décadas, uma montanha de 1800 metros só numa latitude baixa, a chance de ter nevado é pequena demais até no século XIX, e nas últimas décadas com o pessoal do radar lá em cima com certeza não nevou ou teríamos notícias. Se tivesse que nevar na Serra do Mar seria mais próvável nos pontos mais altos (2100/2300 metros), mas faço questão de repetir que, apesar de já haver ocupação há séculos na base desta serra (e incursões cada vez mais frequentes aos cumes) não existe um relato sequer de neve, o que no mínimo significa que, se nevou nos últimos 100/200 anos, foi tão pouco e derreteu tão rápido que ninguém viu.

Sincelo já foi reportado nos Três Picos, e alguns supostos casos de neve no Brasil (como Monte Verde em 1979 e, para muitos, São Paulo em 1918) na verdade foram confusão com sincelo ou nevoeiro congelado.

Itatiaia é o local mais nivoso do sudeste (junto com a vizinha Serra Fina), porém se na última década a frequência de MPs "intensas" no sudeste foi a menor desde o início das medições, por tabela as condições para neve diminuíram no local, e concordo que no caso da alta Mantiqueira não seria prudente fazer previsões sobre a frequência de neve nos próximos anos, o que é muito diferente do caso da Serra do Mar, onde até em um clima mais frio não gerou qualquer relato de neve, então me sinto seguro para dizer que a chance de nevar na região enquanto vivermos é extremante pequena, já que teoricamente o clima teria que se resfriar muito para isso.

Ok, então podemos descartar ocorrências de neve na Serra do Mar, Serra dos Orgãos, mas não acho que seja impossível, podemos nos surpreender, mas afinal o que faz a neve ser mais difícil na Serra do Mar e S. de Petrópolis? Ambas estão em latitudes semelhantes, e picos acima de 2000 metros, há uma normal 1931-1960 do Alto Itaiaia - Inmet, quando o Inmet colocar os dados mais antigos, vai dá pra saber sobre outras ocorrências de neve.
As ocorrências confirmadas de neve no Planalto do Itatiaia são essas:

1976
1985
1988
1999
2004

Sobre 1999:
Esta não foi a primeira vez que Sônia viu neve na serra. Em agosto de 1999, nevou na região durante dois dias.
Fonte

Um detalhe interessante descrito sobre 1988:

Uma grande nevasca (precipitação de gelo, acompanhada de ventos fortes) atingiu a serra em 1988, mas não ocorreu neve.

É isso aí, esse ano ainda pode nevar em setembro, se não vamos fazer 9 aninhos sem neve no Alto Itatiaia.

Pedro Marte escreveu:Também não acredito nessa neve em Monte Verde e SP, nesse site a Samanta explica que desde quando a estação do IAG foi aberta, nunca se registrou neve lá. E mesmo assim, sincelo ainda é um fenômeno muito raro, e deve ser a única vez que tenha ocorrido em 1918 na capital de SP.

Voltando ao assunto do Itatiaia, as últimas nevadas foram em 1976, 1985, 1999 e 2004, neva em média então a cada 7 anos.

felipenf escreveu:Itatiaia tem uma grande área com altitudes entre 2300/2700 metros, a Serra do mar chega só até 2100/2250 metros em áreas menores, a vantagem maior é a altitude e o efeito da latitude é secundário.

A estação Alto Itatiaia ficava num ponto um pouco mais baixo (2200 metros) na borda do planalto (daí as mínimas absolutas relativamente inexpressivas), mas onde qualquer acumulação de neve nos pontos mais altos poderia ser visualizada, seria interessante ter acesso as anotações da estação que funcionou da década de 10 até o começo da década de 50. Será que só anotavam se nevasse na estação? Neste caso, o número de registros tende a ser menor. Existem descrições do tipo "montanhas esbranquiçadas ao longe"? Será que os originais estão guardados em algum lugar ou se perderam? Muitas perguntas, poucas respostas...

Hoje em dia, com o posto permanente do parque a 2400 metros e maior o fluxo de turistas, fica muito mais difícil perder algum registro significativo de neve, a não ser aqueles 2 minutos de neve misturada com chuva no alto do pico no meio da madrugada.

PS: a Mantiqueira onde fica o trecho paranaense da Serra do Mar já seria muito interessante, e se ficasse no RS já poderiam pensar em abrir uma estação de ski sazonal.

Pedro Marte escreveu:Certo, a altitude do Alto Itatiaia favorece mais nevadas, então podemos comparar a chance de nevar nessas outras serras fluminenses com Campos do Jordão, em CDJ nevou em 1928 e 1964, uma MP que consegue trazer a neve para CDJ seria também uma oportunidade de uma rara nevada na Serra dos Orgãos, isso considerando que a umidade esteja presente em ambas regiões.

Eles anotavam normalmente os dados independente de nevar, o Inmet que eu saiba não faz medições de neve, podemos ver São Joaquim e outras cidades que nevam no BDMEP, não há uma variável "espessura da neve", aí não se sabe se como eles registravam as quedas de neve. Há um outro problema, quando o observador tirava férias, era um mês sem registrar dados.

Aí discordo de você, gosto muito da localização do Alto Itatiaia, no sul do RJ mesmo, mesmo que neve pouco, é uma das "7 maravilhas do Sudeste", nossa região merece esse presente da natureza, pro sul já tem as Cataratas do Iguaçu, Planalto catirinense, os Pampas...

felipenf escreveu:Me referia apenas a anotação da ocorrência fenômeno na caderneta do observador (queda de neve na estação ou neve acumulada ao longe), onde há um espaço para o registro de meteoros como névoa seca, trovoada, neve, geada e etc, mas o mais provável é que alguns episódios não tenham sido registrados pela estação, a maioria de pequeno porte.

Se nevou alguma vez no topo da Serra do Mar faltou alguém para ver e relatar, mas como eu disse ontem teoricamente é possível que tenha nevado nos pontos mais altos alguma vez no século passado e/ou no século XIX.

A Mantiqueira no sul foi apenas um exercício de imaginação, seria interessante pelas nevadas com acumulação que receberia todo ano e mais de uma vez, e a relação do brasileiro com a neve seria outra.


Última edição por Pedro Marte em Sex Ago 31, 2012 10:06 pm, editado 3 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Convidad em Ter Ago 21, 2012 8:12 pm

Pedro Marte escreveu:Então, mas veja bem, no BDMEP, não há uma coluna que mostre os dados da neve, olha só, lá tem "Temp mínima diária", "Temp máxima diária", "Vento", "Precipitação", e outros dados, mas não tem "Neve" lá, entendeu?
Mesmo que eles tenham anotado, então o INMET vai ter que acrescentar a variável "Neve" no Banco de Dados, é isso.

Tudo bem, não tem registro confirmado lá.

...a relação do brasileiro com a neve seria outra
Hahahaha, a relação do sulista com a neve, isso sim, eles são bairristas, iam falar que a neve é EXCLUSIVIDADE da região deles, lá é uma "europa", lá não é Brasil.

Bom, é isso, só o tempo e a tecnologia vai dizer a verdade, quando vier uma MP do tipo 1918, 1955, 1985, tudo será registrado, não só relatos e rumores!

felipenf escreveu:
Pedro Marte escreveu:Então, mas veja bem, no BDMEP, não há uma coluna que mostre os dados da neve, olha só, lá tem "Temp mínima diária", "Temp máxima diária", "Vento", "Precipitação", e outros dados, mas não tem "Neve" lá, entendeu?
No BDMEP não tem mesmo, anotação dos meteoros só na caderneta original do observador, os dados originais são importantíssimos até para identificar erros oriundos do processo de digitalização, mas o Inmet não está preocupado com a divulgação dos mesmos, muitos originais estão esquecidos e outros se perderam pelas más condições de armazenamento, infelizmente.

O dia que voltar a nevar com boa acumulação (tipo 85) em Itatiaia vai ser muito bom, espero ainda estar vivo para ver as fotos quando acontecer ou, quem sabe, ver a neve pessoalmente, daqui até Itatiaia leva umas 5 horas e se a notícia se espalhar rápido pode dar tempo de chegar lá antes de derreter.

Pedro Marte escreveu:Mas eles estão digitalizando, recebi um do Alaor do Inmet, pois tinha perguntado sobre a falta de dados aqui:

Prezado Sr. Pedro Marte, boa tarde
os dados em questão não constam da base de dados, pois não foram
digitados, provavelmente por falta de pessoal.

Iniciamos um processo de recuperação de dados para o formato digital e
desta forma, esperamos conseguir
incluir dados mais antigos que 1961, além de completar os dados
faltantes nos períodos mencionados.

No entanto, é bom salientar, que durante o Governo Collor, inúmeras
estações meteorológicas foram fechadas,
pois os servidores foram colocados em disponibilidade.

Sim, alguns dados devem ter sido perdidos mesmo, principalmente os muito antigos.
Por mim, eu seria voluntário no Inmet na digitalização, contribuiria um pouco, em 1 ano já teria a série 1931-1960 de algumas cidades.

Com certeza ainda vai nevar lá logo logo, uma forte como a de 1985 acho difícil, mas uma neve que acumule pelo menos 2cm já tá bom pra matar a saudade, é só olhar a previsão:

http://freemeteo.com/default.asp?pid=23&la=18&gid=3472811

Ondas de frio extremo sempre tiveram e vão continuar, e a onda de frio do início de junho de 2004 nem foi muito forte, e causou neve por lá.

felipenf escreveu:A questão é.... quantos anos, isto ninguém sabe...

Nas últimas décadas o inverno se enfraqueceu no sudeste e até em parte do Sul (e não foi só urbanização, houve uma mudança na circulação atmosférica que também causou a drástica redução da quantidade de neve no planalto catarinense), um dia vai resfriar mas pode começar logo ou daqui a mais de 100 anos, e como cada cientista diz uma coisa diferente o melhor é assumir que não sabemos o que vai acontecer nos próximos anos, me irritam estes profetas (sejam do aquecimento global ou da nova era do gelo) que fingem saber alguma coisa.

Pedro Marte escreveu:Sim, alguma coisa mudou na atmosfera, é o tal do ciclone que se ausenta na vinda de uma MP forte!


Allef escreveu:
Allef escreveu:A neve em Ponta Porã foi relata inclusive pelo próprio observador da estação convencional, conforme informou o Elder. Já em Campo Grande e região foram relatos mais esparsos.

Se a mP de Julho de 2010 tivesse um ciclone, com um posicionamento mais ao norte( talvez na altura de SC e PR) , teríamos uma ultra-mega super onda de Frio típica do século XIX, com neve em lugares aonde jamais imaginaríamos. Cuiabá iria a 4ºC com chuva.(meu palpite). Rolling Eyes

Me chega a doer o coração saber que estivemos tão próximo de um evento brutal de frio e na hora H faltou um [size=150]ciclone [/size]para ajudar.


Nesse ano tivemos a extrema MP em junho no RS, mas foi só lá, quebrou recordes e tudo, mas e se tivesse um super ciclone próximo ao litoral do SP, o que aconteceria? Ela chegaria, a mais forte desde 2000.
O mesmo eu digo da MP do final de março desse ano.

Felipe, você mesmo disse que os períodos de frio não tem coincidido no inverno, e sim nas outras estações onde há menor potencial de frio.

O inverno enfraquece aqui, mais fortalece em outra região, do RS pra sul os invernos ficaram mais frios

Inverno 2011, resumo final:
Porto Alegre: 14,8 Med

Mai: 16,5 (-00,3)
Jun: 13,7 (-00,6)
Jul: 13,0 (-01,5)
Ago: 14,4 (-00,9)
Set: 16,4 (-00,4)
Todos os meses com anomalia negativa.

O frio tem ficado represado no sul do continente, mas dias melhores virão.[/quote]

felipenf escreveu:No RS ainda existe a alternância (natural) entre meses frios e quentes no inverno e também entre invernos "frios", "normais" e "quentes" na última década, já parte de SC e principalmente o Paraná também tem sentido mais a influência destes bloqueios.

No auge da pequena idade do gelo é possível que nevasse com acumulação quase todo ano em Itatiaia, e esporadicamente nos cumes da Serra do Mar fluminense e na área do Pico da Bandeira.

Pedro Marte escreveu:
felipenf escreveu:No RS ainda existe a alternância (natural) entre meses frios e quentes no inverno e também entre invernos "frios", "normais" e "quentes" na última década, já parte de SC e principalmente o Paraná também tem sentido mais a influência destes bloqueios.

No auge da pequena idade do gelo é possível que nevasse com acumulação quase todo ano em Itatiaia, e esporadicamente nos cumes da Serra do Mar fluminense e na área do Pico da Bandeira.

O problema é que quando há um resfriamento, a umidade se reduz, então nessa época que resfriou ligeiramente, a umidade também deve ter diminuído, então não deve ter nevado com acumulação todo ano. Nas outras serras certamente nevava de vez em quando.

Uma curiosidade, esse cara já viu previsão de neve para o Alto Itaiaia em maio de 2010:

Link

felipenf escreveu:A atmosfera um pouco menos úmida globalmente não necessiariamente atuaria contra a ocorrência de neve em Itaitaia (em algumas partes do globo poderia até favorecer a neve), para ter uma noção melhor sobre o impacto de um clima mais frio e seco em diferentes áreas do globo só com um estudo mais detalhado que esbarra na falta de dados antigos de altitide.

Mas alguns estudos apontam que a maior influência do clima mais frio na redução do volume de neve ocorreria nas médias e altas latitudes, onde muitas vezes fica "frio demais para nevar" (nas alíssimas latitudes neva mais na primavera e outono que no inverno, pois a precipitação de inverno é quase nula, caso de grande parte da Sibéria e norte do Canadá).

felipenf escreveu:
No meu caso, como morei a maior parte da vida no Rio e em Niterói, não tenho memórias de frio, nem se eu fosse um ancião teria. Laughing Mas foi pesquisando dados de um passado não tão distante que descobri esta diminuição da frequência e intensidade das ondas de frio.


Última edição por Pedro Marte em Sex Ago 31, 2012 9:25 pm, editado 2 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Convidad em Ter Ago 21, 2012 8:17 pm

felipenf escreveu:A atmosfera um pouco menos úmida globalmente não necessiariamente atuaria contra a ocorrência de neve em Itaitaia (em algumas partes do globo poderia até favorecer a neve), para ter uma noção melhor sobre o impacto de um clima mais frio e seco em diferentes áreas do globo só com um estudo mais detalhado que esbarra na falta de dados antigos de altitide.

Mas alguns estudos apontam que a maior influência do clima mais frio na redução do volume de neve ocorreria nas médias e altas latitudes, onde muitas vezes fica "frio demais para nevar" (nas alíssimas latitudes neva mais na primavera e outono que no inverno, pois a precipitação de inverno é quase nula, caso de grande parte da Sibéria e norte do Canadá).

Só se for assim, com o resfriamento haveria frio natural em altitude, então não precisaria de MP's com grande espessura, a maioria das precipitações no Alto Itatiaia seriam neve, sem depender de ar polar, nesse caso o resfriamento aumentaria mesmo as ocorrências de neve.

Então aqui não faria muita diferença em termos de neve aqui no BR, nessas regiões polares ocorre o pó de diamante durante o inverno, e outra coisa, segundo o Molion, os efeitos do resfriamento são mais significativos no hemisfério norte, no hem. sul nem tanto, simplesmente porque temos pouca terra, no norte a continentalidade favorece o resfriamento maior.



Campos do Jordão, -7°C em 1979 é o recorde absoluto, então chegar a -5°C/-6°C é bastante difícil, nem mesmo em 1994 chegou nisso, em 12/07/94 deu -1,1°C, em 27/06/94 deu -3,5°C, e -6°C só chegou no dia 18/07/1979.


Última edição por Pedro Marte em Sex Ago 31, 2012 10:08 pm, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Murilo em Sex Ago 24, 2012 6:46 pm

Interesante Pedro.

_________________
Extremos em São Gabriel(Inmet):

2012
Máximas: 39,5°C
Mínima -4,0ºC
2011
Máximas: 38,5ºC (17/03); 37,9º (17/01)
Mínima -2,3ºC (09/07)
2010
Máximas: 38,1ºC (10/12)
Mínima 0,5ºC (03/08)
2009
Máximas: 38,4ºC (02/11)
Mínima -2,3°C (30/07)

Visite:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Murilo

Mensagens : 365
Data de inscrição : 16/07/2012
Localização : São Gabriel - RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Convidad em Sex Ago 24, 2012 8:25 pm

Com certeza Murilo, vou quotar as outras mensagens pra cá!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Lucas Frost em Sex Ago 24, 2012 8:33 pm

Legal! continuamos por aqui Very Happy

Lucas Frost

Mensagens : 27
Data de inscrição : 24/08/2012
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Convidad em Sex Ago 24, 2012 8:37 pm

Frost escreveu:Skiclub no pico do itapeva (adiado), talvez um dia?
Nem fiquei sabendo na epoca, esse empreendimento foi realmente muito longe e quase saiu do papel em 2009, diversos artigos rolaram pela imprensa, inclusive uma entrevista na epoca no band news em que a postura do empresario transparecia que ele falava de algo concreto, inclusive sobre vagas de emprego disponiveis no tal investmento de 41 milhoes de reais.
Parece que houveram problemas de documentação e que a crise mundial abalou esse investimento, o site continua online.
Vocês ouviram falar desse empreendimento? acham que é um adiamento definitivo? comentem!

Site oficial: http://www.skiclub.com.br/
Materia no G1: http://g1.globo.com/Noticias/SaoPaulo/0,,MUL866493-5605,00-INTERIOR+DE+SP+TERA+ESTACAO+DE+ESQUI+COM+NEVE+ARTIFICIAL.html
Entrevista com o empresario: http://www.youtube.com/watch?v=cTjgAs0wZKY

felipenf escreveu:
Vitor V escreveu:
Confirma Felipe ?
Eu já comentei este artigo da Wikipedia, está uma ou duas páginas atrás, em resumo como na Wiki qualquer um pode escrever o que bem entender esta relação tem eventos reais e outros inventados ou muito suspeitos.

Aproveito para retomar a questão (que lancei em um comentário anterior) sobre um registro de neve no Pico da Bandeira no início do século XIX, uma possibilidade que teoricamente não pode ser descartada, mas nunca mais encontrei onde vi isso. Seria a neve mais ao norte registrada no Brasil?

Frost escreveu:
felipenf escreveu:Seria a neve mais ao norte registrada no Brasil?

Felipe, existem picos na serra do espinhaço proximos a BH e de diamantina que atingem cerca de 2050m.
Você acha que pode ter dado neve por la nos ultimos 200 anos? e no pico do barbado (2030m) na bahia? ai é demais né? Laughing
Realmente não sei o quao potentes podem ter sido as MPs do passado!

Vitor V escreveu:O Problema que não depende só de MP'S , mas algum frio em altura + chuva ...

Frost escreveu:
Vitor V escreveu:O Problema que não depende só de MP'S , mas algum frio em altura + chuva ...

Mas são só elas que estão faltando hoje em dia Laughing

Pedro Marte escreveu:Por falar nisso, de acordo com a Wikipédia, nevou no Alto Itatiaia em 1973, não sei se é verdade, caso seja, essa nevada pode ter ocorrido no início de setembro, houve muitas máximas baixas com precipitação também, no dia 02/09/73:

http://www.wxbrasil.net/dados/dados.php?var=max&dia=02&mes=09&ano=1973&Gerar+Mapa=Enviar

No Mapa acima o Aero de Barbacena registrou 20,0°C de máxima, mas isso deve estar errado, no Inmet a máxima foi de 14°C, interessantes as máximas em torno de 20°C no RJ capital, e de 17°C na RMBH, a MP foi abrangente.

felipenf escreveu:Menor temperatura m Campos do Jordão (Inmet) recentemente foi de -3,9ºC no final de junho de 2011, a mais baixa desde 1998 (sim, em CJ a mínima de 2011 foi menor que a de 2000). Numa estação particular caiu um pouco mais ainda: http://classic.wunderground.com/weatherstation/WXDailyHistory.asp?ID=IBRASIL12&month=6&day=28&year=2011

2011 foi um inverno bom para os padrões atuais em SP e PR, bem melhor que a média da última década, mas 2012 voltou à triste realidade. As 2 MPs mais fortes de 2011 (1 em junho e outra em julho) chegaram até SP e desviaram para o mar antes de chegar aqui, por isso lembro tão bem de 2011, foi um inverno mais fresco que 2012 (jun/jul) mas muito decepcionante por este motivo (o frio chegou perto como não acontecia há anos e na hora decepcionou).

Sobre a neve no espinhaço (antigamente), o maior entrave seria a falta de frio em altura, já no Pico do Barbado creio que só um milgare! Laughing

Pedro Marte escreveu:
Mínimas iguais ou menor a 0°C em CDJ: Dados do INMET - BDMEP

1961 20 (sem dados de agosto)
1962 50
1963 58
1964 19
1965 18 (sem dados de junho)
1966 20
1967 20 (sem dados de setembro)
1968 66
1969 11 (sem dados de junho)
1970 27
1971 43
1972 10 (sem dados de junho até outubro)
1973 3 (sem dados de julho até dezembro)
1974 1
1975 21
1976 2
1977 12
1978 22
1979 6 (faltando alguns dados entre maio e julho)
1980 2 (faltando alguns dados entre abril e agosto)
1981 0 (faltando alguns dados entre abril e julho)
1982 10
1983 5
1984 4
1985 sem dados
1986 14
1987 17
1988 21
1989 25
1990 14
1991 7
1992 2
1993 5
1994 12
1995 8
1996 17
1997 19
Sem dados de 1998 até 2001
2002 0 (faltam alguns dados de julho e setembro, e alguns de agosto)
Sem dados de 2003 até 2008
2009 1
2010 3
2011 5

Pedro Marte escreveu:
felipenf escreveu:Menor temperatura m Campos do Jordão (Inmet) recentemente foi de -3,9ºC no final de junho de 2011, a mais baixa desde 1998 (sim, em CJ a mínima de 2011 foi menor que a de 2000). Numa estação particular caiu um pouco mais ainda: http://classic.wunderground.com/weatherstation/WXDailyHistory.asp?ID=IBRASIL12&month=6&day=28&year=2011

2011 foi um inverno bom para os padrões atuais em SP e PR, bem melhor que a média da última década, mas 2012 voltou à triste realidade. As 2 MPs mais fortes de 2011 (1 em junho e outra em julho) chegaram até SP e desviaram para o mar antes de chegar aqui, por isso lembro tão bem de 2011, foi um inverno mais fresco que 2012 (jun/jul) mas muito decepcionante por este motivo (o frio chegou perto como não acontecia há anos e na hora decepcionou).

Sobre a neve no espinhaço (antigamente), o maior entrave seria a falta de frio em altura, já no Pico do Barbado creio que só um milgare! Laughing

Felipe, no BDMEP faltam os dados de mínima em CDJ entre 1998 e 2001.
A MP de 9/7/11 me deixou iludido, o Climatempo chegou a prever mínima de 1°C, CPTEC 4°C, Jornal do Tempo 3°C, e quando chegou no dia frustantes 10°C de mínima.

Pra cá esse inverno 2012 tá melhor, principalmente com relação a chuva.

Pedro Marte escreveu:Além de Campos do Jordão e Apiaí, alguém sabe se há outras cidades paulistas que já nevou (com certeza)?


Períodos quentes e períodos frios entre 1879 e 1938:

Revista Brasileira de Geografia Julho de 1939 HTML

Revista Brasileira de Geografia Julho de 1939

[size=150]SUBSÍDIOS PARA O ESTUDO DE UM CICLO CLIMATOLÕGICO DO SUESTE BRASILEIRO[/size]

TEMPERATURAS MÃXIMAS DO RIO DE JANEIRO NO PERIODO DE 1879-1938
[size=85]
Com a ajuda do dedicado auxiliar -- Alexandre Magalhães, elabo-rou-se em 1922 uma interessante estatística dos dias quentes “suces-sivos” no Rio de Janeiro, calcada nos registos meteorológicos do Cas-telo, sede do Observatório oficial da Capital da República. Só foram considerados nesse trabalho as séries de dias, seguidos, com temperatu- ra maxima do ar acima de 2705 centígrados; e, somente, a partir dasséries de três dias sucessivos. Dois dias seguidos, embora muito quentes, não foram contados.

Arroladas todas as séries, computara-se-lhes o número total de dias l para cada ano. Por mímia gentileza do Instituto de Meteorologia, esta velha es- tatística foi lextendida até 1938, que o Quadro I detalha, fornecendo a lista de totais ânuos de dias quentes de períodos de trà ou mais dias,segundo o critério adotado. Um rapido exame dessa tabela dá logo aver a subdivisão. de seus valores em três secções distintas, corresponden- tes às séries 188Q-1900, 1901-1921 e 1922-1-938, a primeira e última, maisquentes, e a intermediária, bem mais amena. Desenhada a curva desses totais ânuos e convenientemente atenua- da, destaca-se-lhe imediatamente o aspecto rítmico, com uma oscilação bem definida de 21 anos (Fig. I) .

Em 1879, o número total de dias quentes foi apenas 20, provavel-mente o fim de uma temporada mais fresca que antecedera às dêstestudo. Em 1880 elevou-se vertiginosamente o total de 157 dias segui-Idos de calor, repartidos em 14 séries. De 1880 até 1900, os totais se mantiveram altos, isto é, durante 21 anos. A linha contínua da Fig. I, correspondente a valores médios quinquenais de atenuação (1880 a 84,*1881 a 85, 1822 a 86, etc.), melhor revela a regularidade da curva. Em1901, os períodos quentes cifraram-se em total de apenas 63 dias, evi-dentemente o início de nova temporada fresca.[/size]

TOTAIS ANUAIS DE DIAS SEGUIDOSÚEBIQOM TEMPERATURA MÁXIMA ACIMA DE 27.5? NO DISTRITO FEDERAL



Em 1902 e^1903, tornaram-sealtos os totais, para logo caírem em 1904. Daí por diante, até 1921, permaneceram as somas em nível muitoinferior. De 1922 para cá, os totais voltaram de novo ao nível superior, superando mesmo ao da .temporada quente anterior, de 1880 a 1900(em parte devido talvez, como adiante é explicado, à heterogeneidadeda série utilizada). Em todo o atual_período quente, que já vai para18 anos a partir de _1922 até o ano corrente, se verificou uma única des-_caída - a de 1933, com 46 dias seguidos de calor. ' Os anos de maior persistência do calor foram os de 1880, 1889, 1894, 1897 a 1899, 1923, 1927, 1928, 1932, 1936. O atual ano, cujo primeiro trimestre foi excepcionalmente quente, poderá bater todos os records,se voltar a canícula em novembro e dezembro. O total de 1923 estáevidentemente exagerado, devido ao fato das temperaturas oficiais doverão dêsse ano terem sido observados no Morro de S. Januário, quan-do, meses antes se encerrara a série do antigo Observatório do Morrodo Castelo, demolido naquela época. As máximas termométricas deS. Januário eram aproximadamente 10,5 mais altas que as do Castelo.De '1924 em diante foram consideradas as máximas do Observatório da Torre Meteorológica, no Calabouço, também mais elevadas que as daantiga sede do Castelo, porém, na média, em pouco mais de meio grão.Embora pequena essa diferença, talvez haja ela concorrido para alteiara curva quinquenal do atual período quente com relação ao anterior,de 1880 a 1900, o que se patenteia na primeira curva da Fig. I (*)

__

Fica claro que a onda de frio de 1918 ocorreu num período de resfriamento.

__

A titulo de experiência, procedeu-se a feitura de uma estatistica,abraçando apenas onze anos, de 1928 a 1938, pela qual se constatou logo,como seria de esperar, que os períodos quentes se verificam, na grandemaioria, na vigência do império das massas de ar do Atlântico e do in- terior do continente (correntes da baixa troposfera, de leste a noroeste). Com muito maior frequência coincidem os períodos quentes de dezem-bro a março: -

1) com o tempo claro, decorrente da localização maisdemorada do sector ocidental do centro anticiclónico do Atlântico sôbreo Sueste brasileiro, premido ou não pela depressão continental (porém mais vezes quando premido);

2) com as avançadas para o sul da de-pressão continental, sem a formação da frente fria nas adjacênciasda zona considerada, ou com esta se processando, porém, muito maispara o sul. Êsses dois tipos gerais de tempo facultam maior insolação, e a advecção de ventos tépidos de componente leste, e correntes quen- tes do recesso continental, fatores êsses que, juntamente com outras particularidades inerentes àqueles complexos meteorológicos típicos, fa-vorecem ou promovem a elevação da temperatura diurna, expressa pelamaxima termométrica.


Assim sendo, as séries de anos quentes de 1880-1900 e 1922 à atua- lidade, corresponderiam ao predomínio geral daquelas duas massas de ar, em detrimento da terceira massa atmosférica primária _ a de sudoeste (variando de oeste a sueste). E, inversamente, à série menosquente, de 1901 a 1921, corresponderia a preeminência desta últimamassa sulina no concerto circulatório da atmosfera sôbre o suestebrasileiro. De fato, a estatística de tipos de tempo, infelizmente só iniciada em1916, com as primeiras cartas sinóticas inteligíveis dos serviços meteo-rológicos brasileiros, confirma em grande parte, essa correspondência.De 1916 a 1921 foram muito menos frequentes as avançadas para o sulda depressão continental, de forma que os anticiclones migratórios pro-pagavam-se mais livremente para nordeste, e fôra nesse mesmo períodoque se acentuaram as trajetórias “internas” daqueles sistemas vortico-sos do sul, mais favoráveis às ondas de frio. As famosas geadas de 1918ocorreram dentro dêsse período. Não é facil enquadrar essas séries alternadas de 21 anos quentese menos quentes - nas variações mundiais do tempo, já. estudadas pormeteorologistas conspícuos. Embora em certos casos coincidam as datasmais ou menos, a interpretação ou a busca das causas conduzem porvezes a flagrantes contradições. Citam-se aqui alguns exemplos. A.Wagner, em memória que marcou época (1), procurou demonstrar pelasconsequências meteorológicas bem diversas, o contraste entre a menore maior intensidade da circulação atmosférica sôbre a terra em geral,nos períodos 1886-1895 e 1910-1920, respectivamente, e outros autoresprolongam o primeiro deles até 1900, e fazem partir o segundo do ano1901. Assim, coincidirão mais ou menos essas quadras de menor e maiorcirculação global com os períodos de 21 anos ora respigados, de 1880--1900 e 1901-1921.

O movimento latitudinal dos sistemas isobáricos, evidenciado entre 1901 e 1921, parece estar filiado à transladação da área anticiclônicasemipermanente do Atlântico Sul, pilhada primeiramente por C. E. P.Brooks (3), através da pressão barométrica de S. Helena, e cujo lentomovimento continuamos a observar até o presente, desde 1924. A curva inferior da Fig. I, retrata essa migração gradativa até uma culminân- cia setentrional, alcançada precisamente em 1921, e daí por diante, em regresso, para o sul, até a atualidade. E' verdade que a curva se iniciaum pouco antes da época em que o deveria fazer, dentro da hipótesede um ciclo de 21 anos, a não ser que se considere o trecho de 1892 a1899 como a parte final do declínio operado, possivelmente,V a partirde 1880.

felipenf escreveu:Esta informação da menor temperatura desde 1998 (em junho de 2011 na estação Campos do Jordão) foi veiculada pela mídia na época, em 1998 teria chegado a -4ºC ou isso e alguns décimos, devem ter conseguido o valor de outra fonte.

Apesar do estudo ter identificado este ciclo frio até 1921, em 1923 ainda houve um mês de julho com mínimas baixíssimas no sudeste (teria feito -8,3ºC em Campos do Jordão, vi isso no fórum antigo), e depois veio julho de 1925 que foi o mês mais "frio" da história das observações no Rio de Janeiro e um dos mais frios em SP, também vi isso em um link do fórum antigo, espero que a administração recupere algo de lá.

Também merece menção julho de 1926, recorde de frio na cidade do RJ (4,8ºC Afonsos, na época um matagal) e em Macaé (4,2ºC), com mínimo absoluto de -1ºC nas áreas urbanas de Teresópolis e Friburgo.

William Siqueira escreveu:Alguma fotinhas , retiradas do skiscrapercity ! (Como nao cita fonte a fonte de dados e o proprio Skiscrapercity )

PICO DAS AGULHAS NEGRAS , ITATIAIA RJ

http://illiweb.com/fa/pbucket.gif
http://static3.bareka.com/photos/medium/9836202.jpg
http://illiweb.com/fa/pbucket.gif
http://img507.imageshack.us/img507/1453/neveitatiaia852gz8.png
http://img209.imageshack.us/img209/7066/neveitatiaia853rx5.png
http://img209.imageshack.us/img209/8942/neveitatiaia854ki1.png

1998 PICO DAS AGULHAS NEGRAS

http://img90.imageshack.us/img90/1805/picohr6.jpg
http://img504.imageshack.us/img504/2493/neve2vr1.jpg
http://img504.imageshack.us/img504/5039/neve1cv7.jpg
http://img504.imageshack.us/img504/7411/neve3tx3.jpg
http://illiweb.com/fa/pbucket.gif


Essas são da nevasca de Itamonte em 1985 ainda no pé do Pico as Agulhas Negras perto da divisa entre RJ/MG:

http://illiweb.com/fa/pbucket.gif
http://illiweb.com/fa/pbucket.gif
http://illiweb.com/fa/pbucket.gif
http://illiweb.com/fa/pbucket.gif
http://illiweb.com/fa/pbucket.gif
http://illiweb.com/fa/pbucket.gif
http://illiweb.com/fa/pbucket.gif
http://illiweb.com/fa/pbucket.gif
http://illiweb.com/fa/pbucket.gif


Pouco de neve nos picos da Serrinha no município de Resende. Talvez 2000:


felipenf escreveu:Todas estas fotos são de 1985, fotos de 1988 só vi uma vez numa reportagem que postaram lá no fórum antigo, mas 88 foi mais fraco que 85.

William Siqueira escreveu:Itatiaia-RJ, 1985





FONTE : SKISCRAPERCITY

William Siqueira escreveu:Mais algumas : (Fonte Skyscrapercity )

http://img153.imageshack.us/img153/2347/cci0309201100000.jpg
http://img15.imageshack.us/img15/8254/ccf0309201100010.jpg
http://img828.imageshack.us/img828/2423/itanev380g.jpg
http://img38.imageshack.us/img38/8645/ccf0309201100001.jpg
http://img20.imageshack.us/img20/914/ccf0309201100003.jpg
http://img171.imageshack.us/img171/761/ccf0309201100004.jpg
http://img571.imageshack.us/img571/6555/ccf0309201100013.jpg
http://img718.imageshack.us/img718/876/ccf0309201100000.jpg
http://img339.imageshack.us/img339/1038/itanev280g.jpg
http://img14.imageshack.us/img14/4571/itanev210g.jpg
http://img830.imageshack.us/img830/6057/itanev270g.jpg
http://img819.imageshack.us/img819/2169/itanev430g.jpg
http://img88.imageshack.us/img88/5889/ccf0309201100007.jpg
http://img32.imageshack.us/img32/6406/ccf0309201100008.jpg
http://img683.imageshack.us/img683/6057/ccf0309201100009.jpg
http://img821.imageshack.us/img821/9190/ccf0309201100011.jpg
http://img33.imageshack.us/img33/3889/ccf1409201100001.jpg
http://img825.imageshack.us/img825/3451/ccf1409201100002.jpg
http://img708.imageshack.us/img708/8533/ccf1409201100003.jpg
http://img508.imageshack.us/img508/5262/ccf1409201100004.jpg

felipenf escreveu:Esta primeira foto do último post (com o nome em letras brancas) é um dos únicos, senão o único registro fotográfico de neve na Serra Fina, em 1985 esta serra era pouquíssimo visitada e aparentemente ninguém foi lá para ver a neve pessoalmente, até hoje só apareceu esta vista do vale mesmo.

No planalto de Itatiaia se chega por uma estrada de terra, mas no alto da Serra Fina só caminhando muito.

Também pode ter nevado um pouco no alto dos picos do Itaguaré e Marins em 1985, apesar de não existirem fotos ou relatos, o local ainda era pouco conhecido também.

Frost escreveu:Não sei quantos ja viram essa pagina sobre o clima de CDJ, tem varias coisas bem curiosas, inclusive algumas temperaturas registradas no começo do seculo (acredita quem quer) que condizem bastante com a dinamica climatica da época.

"Nesses registros, a título de curiosidade, constam algumas temperaturas MÍNIMAS ocorridas em Campos do Jordão, dignas de transcrição, a saber:

DATAS ............................................MÍNIMAS ABSOLUTAS

30 de abril de 1906 (outono)...........................–4 ºC

15 de setembro de 1906 (primavera)..............–4 ºC

04 de agosto de 1908 (inverno).......................–6,4 ºC

26 de maio de 1910 (outono)..........................–6 ºC

17 de dezembro de 1910 (verão)....................–1,2 ºC

26 de junho de 1918 (inverno).......................–7,4 ºC

25de julho de 1923 (inverno)........................–8 ºC"

Tem muita coisa interessante!
http://www.camposdojordaocultura.com.br/categoria-det.asp?id_cat=70&Categoria=Inverno+em+Campos+do+Jord%E3o

Pedro Marte escreveu:
felipenf escreveu:Esta informação da menor temperatura desde 1998 (em junho de 2011 na estação Campos do Jordão) foi veiculada pela mídia na época, em 1998 teria chegado a -4ºC ou isso e alguns décimos, devem ter conseguido o valor de outra fonte.

Apesar do estudo ter identificado este ciclo frio até 1921, em 1923 ainda houve um mês de julho com mínimas baixíssimas no sudeste (teria feito -8,3ºC em Campos do Jordão, vi isso no fórum antigo), e depois veio julho de 1925 que foi o mês mais "frio" da história das observações no Rio de Janeiro e um dos mais frios em SP, também vi isso em um link do fórum antigo, espero que a administração recupere algo de lá.

Também merece menção julho de 1926, recorde de frio na cidade do RJ (4,8ºC Afonsos, na época um matagal) e em Macaé (4,2ºC), com mínimo absoluto de -1ºC nas áreas urbanas de Teresópolis e Friburgo.

Vamos as médias:

RJ | SP
Jul/1916 20,6 | 14,4
Jul/1917 18,9 | 13,3
Jul/1918 19,0 | 13,3
Jul/1919 20,6 | 15,6
Jul/1920 21,6 | 15,1
Jul/1921 18,9 | 13,4
Jul/1922 20,0 | 14,8
Jul/1923 18,7 | 13,4
Jul/1924 19,9 | 14,5
Jul/1925 18,2 | 12,5
Jul/1926 20,4 | 14,0
Jul/1927 19,3 | 13,9

18,2°C é uma média fria demais pro RJ, porém aumentou o número de dias quentes a partir de 1921.

Pra não esquecer, o número da estação do Inmet Alto Itatiaia é 83750.

Pedro Marte escreveu:Achei aqui o número da estação convencional de Petrópolis, só não sei quando ela foi fechada:

83804
Aberta em : 01/10/1912

Nos registros do Inmet já existiram muitas estações em muitas cidades, o problema é que algumas importantes foram fechadas e não pretendem abrir mais.

Murilo escreveu:
Pedro Marte escreveu:Achei aqui o número da estação convencional de Petrópolis, só não sei quando ela foi fechada:

83804
Aberta em : 01/10/1912

Nos registros do Inmet já existiram muitas estações em muitas cidades, o problema é que algumas importantes foram fechadas e não pretendem abrir mais.

Pedro neste link tu consegues achar o código de algumas estações:

http://bancodedados.cptec.inpe.br/tabelaestacoes/faces/consultaestado.jsp

felipenf escreveu:
Pedro Marte escreveu:
Vamos as médias:

RJ | SP
Jul/1916 20,6 | 14,4
Jul/1917 18,9 | 13,3
Jul/1918 19,0 | 13,3
Jul/1919 20,6 | 15,6
Jul/1920 21,6 | 15,1
Jul/1921 18,9 | 13,4
Jul/1922 20,0 | 14,8
Jul/1923 18,7 | 13,4
Jul/1924 19,9 | 14,5
Jul/1925 18,2 | 12,5
Jul/1926 20,4 | 14,0
Jul/1927 19,3 | 13,9

18,2°C é uma média fria demais pro RJ, porém aumentou o número de dias quentes a partir de 1921.

Pra não esquecer, o número da estação do Inmet Alto Itatiaia é 83750.
O aquecimento pós 1921 foi mais no verão, daí vemos que julho de 1926 foi mais forte nos extremos que nas médias, mas hoje em dia as médias de 1926 (modestas na época) seriam excelentes no RJ/SP, o centro do Rio teve a última média mensal abaixo de 20ºC em julho de 1988 e a média 61/90 foi 21,2ºC. Julho de 1925 foi o mês mais frio de toda a série (1851/1991), depois de 1991 a estação fechou mas nenhum mês chegou perto.

Petrópolis fechou em 1960, mas antes de fechar as observações já eram muito irregulares.

PS: poderia colocar o link com estas séries mensais antigas novamente aqui? Tinha no fórum antigo mas só deus sabe o que vai acontecer com ele.


Última edição por Pedro Marte em Sex Ago 31, 2012 10:07 pm, editado 4 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Convidad em Sex Ago 24, 2012 8:42 pm

Pedro Marte escreveu:
Murilo escreveu:
Pedro neste link tu consegues achar o código de algumas estações:

http://bancodedados.cptec.inpe.br/tabelaestacoes/faces/consultaestado.jsp
Valeu Murilo, muito bom, aí tem as siglas de aeroportos também.

Pedro Marte escreveu:Certo, então raramente houve mínimas abaixo de 8°C com tempo nublado, você tinha contado sobre a MP de 1975 que trouxe chuva a 6°C, essa deve ter sido uma das menores mínimas com tempo fechado, acho que foi o Sipriano quem contou, que em 1955 não houve geada na Grande São Paulo, houve nevoeiro, essa também pode ter sido, mas embora tempo nublado e nevoeiro são diferentes.

A trajetória das MP's tem dificultado as noites de céu claro, conforme você falou, você tinha explicado no MB que os observadores antigamente tiravam férias por um mês e esse período ficava sem anatações, deve ser por isso que não tem dados de um mês dos anos da década de 60.
Então isso explica claramente a diminuição dos mínimas negativas em CDJ, bastou mudar a estação em 1971 e as mínimas negativas cairam mais da metade, sendo que nessa época ainda eram frequentes fortes massas de ar polar. Essa estação atual desde 1991, fica num topo?

Mesmo assim, os anos de 1989 e 1997 registraram uma boa quantidade de mínimas abaixo de 0°C.
Olhei aqui CDJ tem a convencional desde 01/01/1939, será que tinha muitas mínimas negativas nas décadas de 40 e 50? Vamos ver quando o Inmet colocar os dados mais antigos no BDMEP.


Frost escreveu:
Pedro Marte escreveu:Certo, então raramente houve mínimas abaixo de 8°C com tempo nublado

Em são paulo ou CDJ? Rolling Eyes

Pedro Marte escreveu:
felipenf escreveu:
O aquecimento pós 1921 foi mais no verão, daí vemos que julho de 1926 foi mais forte nos extremos que nas médias, mas hoje em dia as médias de 1926 (modestas na época) seriam excelentes no RJ/SP, o centro do Rio teve a última média mensal abaixo de 20ºC em julho de 1988 e a média 61/90 foi 21,2ºC. Julho de 1925 foi o mês mais frio de toda a série (1851/1991), depois de 1991 a estação fechou mas nenhum mês chegou perto.

Petrópolis fechou em 1960, mas antes de fechar as observações já eram muito irregulares.

PS: poderia colocar o link com estas séries mensais antigas novamente aqui? Tinha no fórum antigo mas só deus sabe o que vai acontecer com ele.

Sim, a média mais quente daquele período seria fria para hoje, mas no caso do Rio a urbanização é o grande responsável, nem dá pra acreditar direito numa média tão baixa daquele tempo, então o aquecimento se acentuou no verão? Como assim, aumentou os dias ensolarados, é isso que eu li no texto, o aumento da insolação gerou o aquecimento, menos dias nublados.

Triste, o INMET e o descaso com as observações daquele tempo, Petrópolis é uma das cidades mais frias do RJ, hoje tem a do Pico do Couto, embora não é a mesma coisa, seria bom ter uma na cidade também.

Essas médias tem naquele site que o Vinicius tinha postado num tópico chamado "Sites interessantes" no ex-fórum.
http://datamarket.com/data/set/1loo/average-monthly-temperatures-across-the-world-1701-2011

Pedro Marte escreveu:
Frost escreveu:
Pedro Marte escreveu:Certo, então raramente houve mínimas abaixo de 8°C com tempo nublado

Em são paulo ou CDJ? Rolling Eyes

São Paulo uai, comecei o texto falando sobre SP, em Campos do Jordão com certeza era comum mínimas abaixo de 8°C com céu nublado.

felipenf escreveu:
Pedro Marte escreveu:

Sim, a média mais quente daquele período seria fria para hoje, mas no caso do Rio a urbanização é o grande responsável, nem dá pra acreditar direito numa média tão baixa daquele tempo, então o aquecimento se acentuou no verão? Como assim, aumentou os dias ensolarados, é isso que eu li no texto, o aumento da insolação gerou o aquecimento, menos dias nublados.

Na década de 20 houve um aumento da amplitude térmica, mas as médias permaneceram estáveis e só o número de máximas altas aumentou no verão (pode ser efeito natural junto com mudança da estação), mas em geral o aumento da média anual no centro do RJ do final do século XIX até hoje foi bem menor que em outras cidades grandes (como SP e BH), a média no início do século XX era de 22,5ºC/23ºC e hoje em dia está perto de 23,5ºC.

Tem duas explicações para isso: 1 a água modera a temperatura (o centro do Rio está cercado por água) e 2 o centro da cidade já era altamente urbanizado no final do século XIX, o crescimento das ilhas de calor foi mais em outros bairros da cidade.

Enquanto o centro do RJ aqueceu de 0,5ºC/1 ºC em 100 anos SP aqueceu 2/2,5ºC.

Interessante... Pois certa vez eu já li no jornal "O Estado de São Paulo" que em 1955 o Parque do Ibirapuera, aqui em São Paulo, ficou branco de geada. Question
Uma vez também eu ouvi do Narciso Vernizzi (Para quem não é de Sampa, oriundo da Aeronáutica, foi a 1ª pessoa que apresentava uma previsão do tempo decente pelo rádio aqui em São Paulo), que em 1955 soprava um vento NO geladíssimo aqui em São Paulo. Isto normalmente só acontece com um ciclone próximo ou no RS. E aí dificilmente haveria nevoeiro. Mas como eu não vi Laughing , fica a dúvida.

Em 1975 a temperatura foi caindo com a chegada da frente, no dia 17/07.
Na manhã do dia 18, o Mirante amanheceu com 1,5°C e a máxima foi 11,6°C com sol e céu claro. Na noite do dia 18 houve formação de névoa úmida, nublando o céu e o dia 19 teve mínima de 3,2°C no Mirante. Foi a temperatura mais baixa com céu encoberto que eu vi acontecer em São Paulo.

Pedro Marte escreveu:A trajetória das MP's tem dificultado as noites de céu claro, conforme você falou, você tinha explicado no MB que os observadores antigamente tiravam férias por um mês e esse período ficava sem anatações, deve ser por isso que não tem dados de um mês dos anos da década de 60.
Mas isso não acontecia em todas as estações. Só vi uma falha de 1 mês no Mirante, indicando que havia substitutos na maioria das vezes.

Pedro Marte escreveu:Então isso explica claramente a diminuição dos mínimas negativas em CDJ, bastou mudar a estação em 1971 e as mínimas negativas cairam mais da metade, sendo que nessa época ainda eram frequentes fortes massas de ar polar. Essa estação atual desde 1991, fica num topo?
Não sei mas talvez sim. O INMET geralmente instala em topos.

Pedro Marte escreveu:Mesmo assim, os anos de 1989 e 1997 registraram uma boa quantidade de mínimas abaixo de 0°C.
Olhei aqui CDJ tem a convencional desde 01/01/1939, será que tinha muitas mínimas negativas nas décadas de 40 e 50? Vamos ver quando o Inmet colocar os dados mais antigos no BDMEP.
Há uma mínima de -7,2°C em 14/06/1948.

Pedro Marte escreveu:As máximas do inverno, havia uma amplitude térmica maior? As máximas ficaram mais altas hoje em dia?
Difícil dizer. Acho que há um ligeiro aumento devido à urbanização. Bem menos que nas mínimas, o que é típico do efeito ilha de calor [O aumento maior é nas mínimas, pois a perda noturna por radiação em noites claras e frias fica mais prejudicada. Nas máximas o efeito é bem menor]. O Mirante registrou 11,9°C de máxima nos dias 28 e 29/07/2007. A menor máxima já registrada no Mirante foi 10,2°C em 12/07/1988. Não é tão antiga.

Frost escreveu:
Pedro Marte escreveu:A seguir o frio em altura que havia nas ondas de frio de Jul/1976, Jun/1985, Ago/1999 e Jun/2004.

Jul/1976: Uma boa neve.

http://static.panoramio.com/photos/1920x1280/77633232.jpg

Jun/1985: A maior nevada, 9 horas seguidas de neve.

http://static.panoramio.com/photos/1920x1280/77633296.jpg


Ago/1999: Frio em altura: -2°C, nessa onda de frio nevou por 2 dias no Alto Itatiaia

http://static.panoramio.com/photos/1920x1280/77633256.jpg
http://static.panoramio.com/photos/1920x1280/77633260.jpg

Jun/2004: havia pouco frio em altura, mas mesmo assim nevou.

http://static.panoramio.com/photos/1920x1280/77633249.jpg

Otimos dados Pedro!
Aonde você conseguiu as imagens?
Existe algum lugar que da pra acessar um historico das previsões de temperatura em 700hpa?
OBS: não acho que fugiram do assunto, falaram sobre temperaturas minimas com seu encoberto... totalmente relacionado à neve, se falarem de mudanças climaticas que expliquem a diminuição da neve no sudeste, tambem tem haver...

Pedro Marte escreveu:Frost, por favor, quando você quotar, apague as imagens, só você editar a sua mensagem, e tirar os códigos dos links das mensagens, se não fica carregado o tópico.
Nesse link:

http://www.esrl.noaa.gov/psd/data/composites/day/

Configurei assim:

Region of globe: CUSTOM

Enter lowest lat: (-90 to 90) -30 Highest lat: -15
Enter western most longitude: (0 to 360) 300 Eastern most longitude: 330
Assim fica mais fácil pra ver a região do Alto Itatiaia, definindo as latitudes e longitudes. Os outros campos ficam vazios.

Frost escreveu:
Pedro Marte escreveu:Frost, por favor, quando você quotar, apague as imagens, só você editar a sua mensagem, e tirar os códigos dos links das mensagens, se não fica carregado o tópico.
Nesse link:

http://www.esrl.noaa.gov/psd/data/composites/day/

Configurei assim:

Region of globe: CUSTOM

Enter lowest lat: (-90 to 90) -30 Highest lat: -15
Enter western most longitude: (0 to 360) 300 Eastern most longitude: 330
Assim fica mais fácil pra ver a região do Alto Itatiaia, definindo as latitudes e longitudes. Os outros campos ficam vazios.

Valeu mesmo Pedro, otimo site!
Mas não entendi uma coisa, tentei colocar nas abas onde você colocou a data o inicio do inverno até o fim dele pensando que ele me daria mapas de cada dia mas ele fez uma media de todos os dias e criou um só (acho que é isso que aconteceu)
Tem algum parametro pra eu colocar la e ele me apresentar varios mapas? é meio dificil lembrar dias exatos de frio em determinados anos...

Pedro Marte escreveu:Acho que não tem como Frost, o jeito é ir tentando uma a uma, o programa faz médias com as datas, não consegui vê-lás seperadamente.

Onda de frio de Jul/1994:

Não se sabe se nevou no Alto Itatiaia em 1994, a onda de frio de julho tinha espessura, a de junho não tinha.



Nessa fonte diz que nevou por lá: Aqui

10. NEVE NO RIO DE JANEIRO Ocasionalmente, podem ocorrer precipitações de neve nas partes altas do Parque Nacional do Itatiaia, onde está situado o Pico das Agulhas Negras. Em 1985, foi registrada uma abundante nevada nas proximidades deste pico, com acumulações de 1 metro em certos pontos. A neve no Parque Nacional do Itatiaia também foi registrada nos anos de 1976, 1988, 1994, 1999 e 2004.

Pedro Marte escreveu:Chama muito a atenção a onda de frio de Ago/1999, a linha 0°C em 700mb vai até a latitude do ES, FelipeNF, uma onda de frio desse porte tem potencial pra nevar nos pontos mais altos de NF hein, não sei se tinha umidade suficiente durante esse momento.

Felipe escreveu:17 de julho de 1892


Murilo escreveu:
Pedro Marte escreveu:
Murilo escreveu:
Pedro neste link tu consegues achar o código de algumas estações:

http://bancodedados.cptec.inpe.br/tabelaestacoes/faces/consultaestado.jsp
Valeu Murilo, muito bom, aí tem as siglas de aeroportos também.

Pedro talvez possas conseguir algum dado no site da OMM.

felipenf escreveu:
Pedro Marte escreveu:Chama muito a atenção a onda de frio de Ago/1999, a linha 0°C em 700mb vai até a latitude do ES, FelipeNF, uma onda de frio desse porte tem potencial pra nevar nos pontos mais altos de NF hein, não sei se tinha umidade suficiente durante esse momento.
Acredito que a chance de ter nevado em 1999 seja muito próxima de zero, até porque se acontecesse muito provavelmente teriámos algum relato do pessoal que faz plantão nas torres do Caledônia, mas em ondas de frio mais intensas no passado a chance não pode ser totalmente afastada.

felipenf escreveu:
Felipe escreveu:17 de julho de 1892



O recorde de frio não oficial de Nova Friburgo teria sido rgistrado nesta onda de frio de 1892 (-2,5ºC na área urbana), mas nunca encontrei a fonte original, o recorde oficial é -1,4ºC em 1933.


Última edição por Pedro Marte em Sex Ago 31, 2012 10:09 pm, editado 5 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Convidad em Sex Ago 31, 2012 8:45 pm

ilson tessaro junior escreveu:
Pedro Marte escreveu:Ilson, não tem como deixar a estação registrando os dados, e depois coletá-los manualmente?

Tem sim Pedro.Ela grava todos os dados dos ultimos 30 dias.EU nem precisaria coloca la na net.Mas faço isso só para provocar ums aí. FishSlap FishSlap

Muito bom saber disso, assim seria uma boa idéia, colocar uma estação no Alto Itatiaia e ir uma vez por mês lá pegar os dados.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Zeca em Sex Ago 31, 2012 9:07 pm

Na boa... Retira todos os comentários de pessoas que não pertençam à este fórum...

Mantém apenas os teus e de usuários regulares daqui...

Senão daqui um pouco os caras vem para cima de nós...

Vamos discutir "Neve no Brasil"...

Oks???...


Última edição por Zeca em Sex Ago 31, 2012 10:10 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Zeca

Mensagens : 1337
Data de inscrição : 18/08/2010
Localização : Santa Maria - RS - Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Convidad em Sex Ago 31, 2012 9:58 pm

Dei uma editada , Zeca, o FelipeNF e Aldo eram do MB, acho que eles não souberam que o MB voltou, fica melhor remover os comentários deles? Ou só tirar os nomes deles e deixar as mensagens anônimas?

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Zeca em Sex Ago 31, 2012 9:58 pm

Bueno, limpei o possível...

TODO E QUALQUER USUÁRIO DEVIDAMENTE CADASTRADO PODERÁ POSTAR À VONTADE APÓS ESSA "LIMPEZA"

ELA SÓ FOI REALIZADA PORQUE CONTINHA DISCUSSÕES QUOTADAS DE FÓRUM ALHEIO E PELA PRESERVAÇÃO DA HONESTIDADE INTELECTUAL ACHEI POR BEM EDITAR...

ISSO NÃO IMPEDE QUE ESSAS PESSOAS POSSAM VIR À POSTAR AQUI COM TODA LIBERDADE QUE ESSE FÓRUM OFERECE... APENAS NÃO QUEREMOS COPIAR NEM TRANSCREVER DISCUSSÕES ORIGINÁRIAS EM OUTROS AMBIENTES ALHEIOS A ESTE...
avatar
Zeca

Mensagens : 1337
Data de inscrição : 18/08/2010
Localização : Santa Maria - RS - Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Zeca em Sex Ago 31, 2012 10:07 pm

EVITEMOS ESSE TIPO DE COMENTÁRIO (sem sentido, aliás):

a relação do sulista com a neve, isso sim, eles são bairristas, iam falar que a neve é EXCLUSIVIDADE da região deles, lá é uma "europa", lá não é Brasil.

TODOS SOMOS BRASIL!!!!

Em tempo: Todas as edições em que constam serem do Pedro foram feitas POR MIM, ZECA, e assumo todas as consequências que possam advir dessa atitude, isentando o Pedro de toda e qualquer "culpabilidade"... Portanto, que ele não seja bloqueado em outros ambientes devido essa "limpeza" que preza, reitero, pela honestidade intelectual de seu autores...


Última edição por Zeca em Sex Ago 31, 2012 10:16 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Zeca

Mensagens : 1337
Data de inscrição : 18/08/2010
Localização : Santa Maria - RS - Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Convidad em Sex Ago 31, 2012 10:15 pm



Poxa Zeca, não deixa de ser uma verdade, tem muitos sulistas que adoram falar que a região deles é um país, que são mais gaúchos do que brasileiros, que tudo lá é diferente, mas tudo bem, por mim podia separar tudo mesmo, RS um país, PR e SC outro, SP outro, RJ outro, PE outro e etc.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Zeca em Sex Ago 31, 2012 10:21 pm

E como guentar o PIB, Impostos, exportações, etc???? Razz ... Nós exportaríamos comida e calçados... O que teríamos que importar dos outros estados????... Penses bem no que o teu estado poderia exportar e o que teria que importar... Creio que o centro-oeste seria o celeiro das carnes Very Happy ...

Mas isso já é off Very Happy ...
avatar
Zeca

Mensagens : 1337
Data de inscrição : 18/08/2010
Localização : Santa Maria - RS - Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Convidad em Sex Ago 31, 2012 10:29 pm

Isso não ia ser problema, o comércio exterior continuaria livre sem problemas, nós temos o Mercosul. E além disso o PIB per capita do Sul é mais do que o dobro do Paraguai.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Lucas Frost em Sab Set 01, 2012 12:39 pm

Zeca escreveu:E como guentar o PIB, Impostos, exportações, etc???? Razz ... Nós exportaríamos comida e calçados... O que teríamos que importar dos outros estados????... Penses bem no que o teu estado poderia exportar e o que teria que importar... Creio que o centro-oeste seria o celeiro das carnes Very Happy ...

Mas isso já é off Very Happy ...

Acabaria com o comodismo dos estados "recebedores" de impostos e cada um ia aproveitar seu proprio potencial...
Ou é isso ou se faz um estilo de governo com estados mais independentes como nos EUA, só assim pra acabar com essa mamata.

Lucas Frost

Mensagens : 27
Data de inscrição : 24/08/2012
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Convidad em Ter Set 18, 2012 6:22 pm

Se essa previsão estiver certa, o Alto do Itatiaia pode quase bater os 20°C:


Depois teremos a MP que chega aqui no 25, vamos ver quanto chegará a temperatura lá, uns 2°C já seria significativo para segunda quinzena de setembro, tomara que a MP seja forte.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Convidad em Ter Set 25, 2012 9:57 pm

O Freemeteo faz uma previsão não muito confiável, o Alto do Itatiaia pode passar perto de uma nevada amanhã à tarde:



O site acima é mais confiável, o ponto de congelamento estaria em 3500m com precipitação.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Lucas Frost em Sab Set 29, 2012 5:31 pm

Finalmente filmagens de neve no sudeste!
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

24 anos depois!
Reparem no rapaz falando que o evento foi "10% do anterior" ou seja, o de 85!

Lucas Frost

Mensagens : 27
Data de inscrição : 24/08/2012
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Rafael em Sab Set 29, 2012 5:55 pm

Show de bola esse video!
avatar
Rafael

Mensagens : 125
Data de inscrição : 16/09/2010
Idade : 36
Localização : Nova Friburgo -RJ

http://www.fotosdorio.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Felipe em Sab Set 29, 2012 6:20 pm

Muito bom o vídeo Very Happy
Espero que um dia isso volte a ocorrer.

_________________
Temperatura mínima 2012: 1,3ºC
Temperatura máxima 2012: 36,0ºC
avatar
Felipe

Mensagens : 585
Data de inscrição : 22/08/2010
Idade : 21
Localização : Patrocíno/MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Convidad em Dom Set 30, 2012 12:38 pm

Opa, esse vídeo é uma raridade mesmo Frost, esses aventureiros aproveitaram bem uma rara nevada no Itatiaia, mas conforme eles mesmo falaram foi uma neve fraca, pode-se ver que teve pouca acumulação, fico imaginando uma próxima ocorrência de neve em Campos do Jordão, como seria hein, depois de mais de 40 anos, afinal a última foi em 1964!

E quando houver uma previsão garantida de nevar no Alto Itataia, você ia subir as montanhas pra ver?

Ali também nevou em 1994, 1999 e 2004, porém não temos fotos na internet dessas nevadas, mas elas ocorreram, acredito que com pouca acumulação.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Rafael em Dom Set 30, 2012 1:49 pm

Me lembro de uma reportagem sem fonte da neve de Itatiaia em 2004 e tinha uma foto de um sujeito sentado na suposta acumulação. Nunca mais eu vi.
avatar
Rafael

Mensagens : 125
Data de inscrição : 16/09/2010
Idade : 36
Localização : Nova Friburgo -RJ

http://www.fotosdorio.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Rafael em Dom Set 30, 2012 1:57 pm

Achei a reportagem sem fonte nos meus arquivos, mas infelizmente a foto se perdeu..:

Neva em Itatiaia durante dez minutos ( 2004 ) :

Depois de cinco anos, voltou a nevar no alto da Serra de Itatiaia, no final da tarde de ontem. O fenômeno foi precedido por um temporal de granizo que começou por volta das 16 horas e durou trinta minutos. Logo depois, os flocos de neve começaram a cair e durante dez minutos foi apreciado principalmente pelos funcionários do Hotel Alsene, a 2.400 metros de altitude, do lado mineiro do Maciço de Itatiaia, na Serra da Mantiqueira, no entorno do Parque Nacional, a dois quilômetros da divisa com a reserva. O Alsene fica a quatro quilômetros do Pico das Agulhas Negras, de 2.787 metros de altitude, ponto culminante do Estado do Rio, no Sul Fluminense, na divisa com os estados de Minas Gerais e São Paulo.
A administração do Parque Nacional de Itatiaia, que fica do lado sul da montanha, no Estado do Rio, a 1.200 metros de altitude, confirmou o fenômeno. Os três guardas do Ibama de serviço no posto 2, na divisa com o entorno e a reserva, informaram que estava caindo neve, através do sistema de rádio de comunicação. O posto fica a 20 quilômetros da administração em linha reta, mas para se chegar à região do Pico das Agulhas Negras dá-se uma volta de 65 quilômetros através da rodovia que liga Engenheiro Passos, em Resende, e de uma estrada de terra em mau estado de 17 quilômetros em Itamonte (MG).
Apenas seis pessoas teriam visto a neve, segundo contou a gerente do Hotel Alsene, Sônia Silva, de 29 anos. Além dela, o funcionário do hotel, Paulo César de Souza, de 21 anos, o funcionário da estação meteorológica de Furnas, que a gerente sabe se chamar Adauto, que se abrigou no hotel no momento da chuva, e os três guardas do Ibama que estavam de serviço no posto 2.
- No momento que começaram a cair os flocos de neve, a temperatura no termômetro do lado de fora do hotel registrava zero grau. Por volta das 16 horas, quando ocorreu a chuva de granizo, a temperatura era de sete graus, caiu para quatro e 20 minutos depois de uma garoa veio a neve. Foi um espetáculo interessante. Formou uma camada de neve de mais de cinco dedos sobre a lataria dos carros que estavam aqui em frente - descreveu a gerente.
Um pouco depois que a neve parou de cair, o tempo abriu e o céu ficou estrelado, segundo contou a mulher. Esta não foi a primeira vez que Sônia viu neve na serra. Em agosto de 1999, nevou na região durante dois dias. No entanto, o Parque Nacional só tem registro de ocorrências de neve em 1985 - a maior delas, que durou três dias, sendo que a temperatura chegou à 13 graus negativos neste inverno - e em 1975. Uma grande nevasca (precipitação de gelo, acompanhada de ventos fortes) atingiu a serra em 1988, mas não ocorreu neve.
Os outros únicos hóspedes do hotel, que chegaram pela manhã, - um senhor e a filha, moradores em São Paulo - que chegaram se recolheram no quarto por causa do frio, dormiram e não assistiram ao fenômeno.


avatar
Rafael

Mensagens : 125
Data de inscrição : 16/09/2010
Idade : 36
Localização : Nova Friburgo -RJ

http://www.fotosdorio.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Convidad em Dom Set 30, 2012 4:15 pm

Rafael escreveu:Me lembro de uma reportagem sem fonte da neve de Itatiaia em 2004 e tinha uma foto de um sujeito sentado na suposta acumulação. Nunca mais eu vi.
Rafael, provavelmente era nesse link:

http://www.diarioon.com.br/arquivo/3727/cidade/cidade-21053.htm
Infelizmente o site não existe mais.

Aqui tem a home page arquivada do dia 05/06/2004:

http://web.archive.org/web/20040606091205/http://www.diarioon.com.br/arquivo/3727/capa.asp

Porém não foi arquivada a página mesmo da notícia da nevada, onde teria a foto:

http://liveweb.archive.org/http://www.diarioon.com.br/arquivo/3727/cidade/cidade-21053.htm Crying or Very sad


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Lucas Frost em Dom Set 30, 2012 4:52 pm

Chama a atenção o comentario de que não nevou em 1988 sendo que temos videos comprovando que de fato nevou... e tambem que apenas 6 pessoas viram essa neve em 2004 isso em itatiaia... imagina na regiao da pedra da mina quando acontece... ninguem fica sabendo Sad

Lucas Frost

Mensagens : 27
Data de inscrição : 24/08/2012
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Convidad em Dom Set 30, 2012 5:06 pm

Frost, a Pedra da Mina faz parte da Serra da Mantiqueira, e está muito próxima das Agulhas Negras, então ali certamente nevou nas mesmas vezes que nevou no Parque do Itatiaia Isso tá no errado no texto, de não ter nevado em 1988, ali também diz que nevou em 1975, o que está errado, não nevou em 1975 e sim em 1976.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Lucas Frost em Dom Set 30, 2012 5:10 pm

É proximo mas é uma distancia suficiente pra ter humidades bem diferentes... em alguns eventos pode ter caido neve la e não em itatiaia, e vice-versa

Lucas Frost

Mensagens : 27
Data de inscrição : 24/08/2012
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Convidad em Dom Set 30, 2012 5:26 pm

A distância entre a Pedra da Mina e o Pico das Agulhas Negras é de apenas 21km, se fossem pelo menos uns 100km até seria possível nevar lá e não nevar no Parque do Itatiaia.

Lembrando que essa massa de ar polar que tivemos agora no final de setembro, se ela ocorresse em junho ou julho, haveria grande chance de ter nevado no Alto Itatiaia.

Sondagem:

83746 SBGL Galeao Observations at 00Z 27 Sep 2012

-----------------------------------------------------------------------------
PRES HGHT TEMP DWPT RELH MIXR DRCT SKNT THTA THTE THTV
hPa m C C % g/kg deg knot K K K
-----------------------------------------------------------------------------
1025.0 42 16.8 10.8 68 7.99 310 8 287.9 310.5 289.3
1000.0 215 15.0 8.0 63 6.77 285 10 288.1 307.5 289.3
968.0 488 12.8 7.6 71 6.80 245 12 288.6 308.0 289.8
925.0 869 9.6 7.0 84 6.84 235 18 289.1 308.7 290.3
889.0 1197 6.6 5.9 95 6.59 223 24 289.3 308.2 290.5
852.0 1546 4.5 3.1 90 5.63 210 31 290.7 307.0 291.7
850.0 1565 4.4 2.9 90 5.58 210 31 290.7 307.0 291.7
801.0 2047 1.4 1.1 98 5.20 221 31 292.5 307.8 293.4
782.0 2240 0.8 0.1 95 4.97 225 31 293.9 308.6 294.8
744.0 2639 -0.5 -1.8 91 4.52 255 32 296.7 310.4 297.5
720.0 2903 -1.3 -3.1 88 4.25 255 35 298.6 311.5 299.4
708.0 3037 0.0 -13.0 37 1.99 255 36 301.5 307.9 301.8
700.0 3128 -0.5 -15.5 31 1.64 255 37 301.9 307.2 302.2
682.0 3337 1.3 -32.3 6 0.37 255 44 306.1 307.5 306.2
675.0 3419 2.0 -39.0 3 0.19 255 44 307.9 308.6 307.9
638.0 3869 -0.2 -45.2 2 0.11 255 42 310.3 310.8 310.4
602.0 4333 -2.5 -51.5 1 0.06 263 36 312.9 313.1 312.9
588.0 4520 -1.9 -50.9 1 0.06 266 33 315.7 315.9 315.7
570.0 4761 -4.0 -52.4 1 0.05 270 30 316.1 316.3 316.1
518.0 5505 -10.3 -57.0 1 0.03 250 34 317.1 317.3 317.1
500.0 5780 -12.7 -58.7 1 0.03 255 31 317.5 317.6 317.5
491.0 5916 -13.8 -59.4 1 0.03 255 30 317.8 317.9 317.8
469.0 6260 -16.6 -61.2 1 0.02 280 34 318.6 318.7 318.6
432.0 6876 -21.5 -64.5 1 0.02 280 45 319.9 319.9 319.9
400.0 7440 -24.7 -66.7 1 0.01 280 56 322.8 322.9 322.8
382.0 7774 -25.5 -67.5 1 0.01 283 63 326.0 326.1 326.0
341.0 8587 -32.3 -71.3 1 0.01 289 80 327.5 327.6 327.5
306.0 9342 -36.9 -65.7 3 0.02 295 96 331.4 331.5 331.4
300.0 9480 -37.7 -64.7 4 0.02 295 93 332.1 332.2 332.1
277.0 10023 -41.1 -68.1 4 0.01 295 87 334.9 334.9 334.9
250.0 10720 -45.5 -72.5 3 0.01 300 93 338.3 338.3 338.3
247.0 10801 -45.9 -72.9 3 0.01 300 95 338.9 338.9 338.9
241.0 10965 -44.5 -72.5 3 0.01 300 99 343.4 343.4 343.4
200.0 12190 -54.1 -74.1 7 0.01 290 109 346.9 347.0 346.9
196.0 12317 -55.0 -74.7 7 0.01 290 112 347.4 347.5 347.4
173.0 13101 -61.0 -78.2 9 0.01 280 103 350.3 350.3 350.3
171.0 13174 -61.5 -78.5 9 0.00 280 100 350.6 350.6 350.6
150.0 13980 -62.7 -83.7 4 0.00 275 70 361.9 361.9 361.9
146.0 14145 -63.4 -84.2 4 0.00 275 66 363.5 363.6 363.5
129.0 14901 -66.3 -86.7 4 0.00 300 69 371.2 371.3 371.2
119.0 15394 -68.3 -88.3 4 0.00 295 71 376.3 376.3 376.3
118.0 15445 -68.2 -88.3 4 0.00 290 72 377.5 377.5 377.5
114.0 15655 -67.6 -88.5 4 0.00 280 76 382.4 382.4 382.4
100.0 16450 -65.3 -89.3 2 0.00 255 43 401.3 401.3 401.3
92.0 16955 -66.0 -90.4 2 0.00 270 23 409.5 409.6 409.5
85.0 17434 -66.7 -91.4 2 0.00 320 18 417.5 417.5 417.5
79.4 17847 -67.3 -92.3 2 0.00 306 17 424.5 424.5 424.5
79.0 305 17

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Neve no Sudeste

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum